As primeiras cinco providências de Celso Roth para modificar o Inter

Técnico já começa a implementar seu estilo exigente no Beira-Rio


Foto: Félix Zucco / Agencia RBS


O Inter começa a ganhar a cara do técnico Celso Roth. Na quarta, o treinador abusou das experiências no CT Parque Gigante e fez ao menos cinco mudanças importantes na dinâmica do time. Implementou um novo desenho tático e abriu disputas por posições na lateral direita, no meio-campo e no ataque no time que encara a Chapecoense na próxima segunda-feira, na Arena Condá.

 

Seus novos conceitos já começam a ser absorvidos pelo grupo. A ordem do treinador é que seus atletas façam marcação intensa, desde a saída de bola do adversário no campo de ataque. Além disso, cobrou rápida transição de bola pelos lados do campo. A todo o momento, paralisava o treino e orientava o posicionamento de seus atletas. Com o estilo exigente, que lhe é característico, teve suas cobranças bem recebidas pelo grupo.


— Temos que aproveitar essa semana cheia e fazer o que ele pede para a gente — comentou o atacante Eduardo Sasha, lançado no profissional por Roth em 2011.


1) Inter com novo esquema

Sai o 4-2-3-1 de Falcão e entra o 4-1-4-1 de Roth no Inter. No treino de quarta, o treinador postou o time com o meio-campo formado por Fernando Bob, como volante à frente da área, mais recuado, e uma linha de quatro meias composta por Sasha aberto pela direita, Fabinho e Seijas centralizados, e Valdívia pela esquerda. Na maior parte da atividade, trabalhou sem um homem mais avançado no ataque. Função que será exercida por Ariel ou Vitinho.

 

2) Ferrareis ou Rak na lateral

Pelo o que indicou Roth, o Inter terá um lateral-direito improvisado contra a Chapecoense. No início do treino de quarta, surpreendeu ao testar Gustavo Ferrareis na função. No final, foi a vez do zagueiro uruguaio Rak ocupar o posto. De qualquer forma, a posição não será de Paulo Cezar Magalhães, que chegou a ser titular com Falcão. Mas não deve ter chances na equipe com Celso Roth.

 

3) Seijas e a alternativa Alex

Após liderar a reação do Inter no empate com o Fluminense, Seijas se garantiu entre os titulares. Com Roth, o venezuelano deve atuar com o mesmo posicionamento de Guiñazu em 2010: ficaria próximo aos volantes, chegando à frente como elemento surpresa. Na quarta-feira, Roth também testou Alex. Um dos líderes do vestiário, deve virar opção de segundo tempo para acrescentar a precisão no passe e a técnica na bola parada ao time.

 

4) Vitinho ou Ariel na frente

Roth também desarquivou Vitinho. O atacante, que estava no esquecimento com Falcão, foi titular na quarta-feira. Uma chance depende de Ariel. Com entorse no tornozelo esquerdo, será reavaliado nesta quinta, mas deve ter condições de jogo. Para o ex-atacante Fabiano, as duas opções têm estilos diferentes.

— O Ariel é centroavante de área, é talhado para o jogo aéreo. O Vitinho cai pelos lados, sempre busca a bola mais atrás para arrematar ao gol — compara.


5) Nova função de Nico López

O novo comando do futebol entende que Nico López não é centroavante. Por isso, o atacante atuará pelos lados com Roth. Nesta quarta, treinou como reserva nesta função. É como Fabiano crê que o uruguaio rende mais.

— Pelo o que ele jogou na Libertadores, não é de área. Ele não fica parado esperando a bola. Tem boa velocidade e arranque. Com o drible, ele pode desmontar uma defesa. Jogando pelo lado, também tem bom cruzamento e pode alimentar o Ariel na bola aérea — avalia o ex-atacante.


http://zh.clicrbs.com.br/